Carboxiterapia

Na atualidade, a carboxiterapia é uma das melhores terapias para combater a celulite, o excesso de graxa no corpo, a flacidez e o envelhecimento corporal e facial. Nada melhor que a carboxiterapia.

Carboxiterapia é um método não cirúrgico o qual consiste no uso terapêutico do gás dióxido de Carbono (CO2) por via subcutânea.

A origem desta terapia se encontra na estação de águas termais do Royat, na França, especificamente na década de 50, quando um grupo de cardiologistas, aplicou a terapia a pacientes que sofriam de diferentes enfermidades relacionadas com a má circulação sangüínea e a acumulação de graxas.

A forma em que se realiza a carboxiterapia é através de uma equipe especialmente preparada o qual permite regular a velocidade do fluxo, tempo de injeção e monitorar a percentagem de dose administrada.

O CO2 atua na zona afetada e se elimina muito rapidamente

Como se subministra a Carboxiterapia?

O CO2 se infiltra por via subcutânea com uma agulha esterilizada similar a que se usa para aplicar insulina, conectada a uma mangueira muito fina, que por sua vez se conecta em uma equipe especialmente preparada para este fim.

Procedimento de Carboxiterapia

Veja como é o procedimento de Carboxiterapia!

O aparelho permite regular a velocidade do fluxo de CO2 (contido em um tanque de oxigênio), tempo de injeção e monitorar a percentagem de dose administrada.

A carboxiterapia não representa toxicidade sistêmica nem efeitos secundários, salvo uma ligeira e fugaz dor na zona de aplicação.

O ideal é poder efetuar duas a três sessões por semana em um total de 18 a 20 sessões corporais, com uma duração de 30 minutos por sessão.

Como atua a Carboxiterapia?

Ao penetrar o co2 em forma de gás produz uma hiperdistensão da malha subcutânea liberando bradiquinina, serotonina, histamina e catecolaminas que estimulam os receptores beta-adrenergicos produzindo Lipólisis (destruição das células graxas )

Do lugar da injeção o CO2 se difunde facilmente para as malhas adjacentes, exercendo sua função. Sua introdução sob a pele se completa com um movimento de massagem manual que ajuda a distribuir o anidrido carbônico e fazê-lo circular. O CO2, ao entrar em contato com a graxa se difunde e, parte dele, vai aos glóbulos vermelhos: ao ficar em contato com a hemoglobina, cede o oxigênio às malhas.

Esse oxigênio permite ser usado para reações metabólicas e, além disso, produz uma estimulação da combustão de graxas. Os primeiros resultados se observam imediatamente, a qualidade da malha melhora, a pele se torna mais Lisa e as zonas afetadas se tornam mais finas. Tratando de maneira eficaz o problema da celulite, melhorando, além disso, a circulação sangüínea.

Este gás ajuda a melhorar o intercâmbio intracelular e a nutrição celular nas pessoas com celulite.

Veja esta matéria em Vídeo sobre o tratamento!

Indicações:

– Celulite
– Obesidade Localizada (ajuda a reduzir medidas)
– Flacidez
– Estrias
– Micro Varizes
– Pré e Pós Lipoescultura (melhora os resultados evitando fibroses)

CARBOXITERAPIA E CELULITES

A celulite é um mal que sofrem a maioria das mulheres. Na atualidade se fala da Carbox como uma alternativa para eliminá-la.

A celulite, na realidade, deve-se a um transtorno circulatório a nível local: ao não produzir uma drenagem correta de nossas células graxas ou adipocitos os refugos e impurezas se acumulam em forma líquida, a princípio, para adquirir depois uma consistência espessa. A acumulação deste líquido espesso produz como conseqüência uma irritação das células chamadas fibroblastos que começam a produzir colágeno em maior quantidade.

O resultado é a conseqüente tração da derme, o que ocasiona a temida «pele de laranja». Por isso, a injeção do CO2, Através dos efeitos terapêuticos mencionados, restabelece a morfologia e função da micro circulação, (base da enfermidade), aumentando a quantidade e velocidade do fluxo sangüíneo, diminuindo a acumulação de liquido entre as células, desintegrando a graxa da hipodermes e diminuindo a fibrose.

Em poucas semanas, é estimulado naturalmente o metabolismo local, com o aumento da micro circulação, eliminação de toxinas e ativação do processo de lipólises (destruição da malha gordurosa).

Quais são os resultados que se obtêm?

Os primeiros resultados se observam imediatamente, a qualidade da malha melhora, a pele se torna mais Lisa e as zonas afetadas se tornam mais finas.

Mas o mais interessante não é o que ocorre na superfície, mas sim o que ocorre na micro circulação.

Veja o antes e depois!

Em resumo, porque esse tratamento é ativo sobre a celulite?

Segundo os estudos mais recentes a celulite tem uma origem micro circulatória, a rede de diminutos copos arteriais, venosos e linfáticos que atravessam o conectivo.

Se este sistema micro circulatório funcionar mal, a malha não é nutrida com eficácia, as substâncias de refugo se acumulam, com formação de edema, nódulos e retrações da pele.

O co2 reverte esta situação quando é injetado nas zonas afetadas, através de uma agulha muito fina e produz uma vasodilatação e melhora a velocidade da micro circulação. A malha recebe mais oxigênio, as toxinas são eliminadas e o edema se reduz.

Além disso, favorece a lipólise, ou seja, a destruição da malha adiposa.

Um dado mais que interessante, a carboxiterapia brinda excelentes resultados em pacientes com celulite de longa data, e por outro lado é um excelente método de prevenção de sua evolução em pacientes jovens.

O CO2 pode ser usado em qualquer parte do corpo com bons resultados e sem efeitos colaterais. Esse tratamento é um método terapêutico para a celulite, ideal para a mulher de qualquer idade, eficaz e seguro.

Existem outras alternativas ao problema da celulite?: Sim, à margem dos diversos tratamentos de medicina estética, como a drenagem linfática, a mesoterapia ou a electrolipolysis existem outras formas, dentro da Cirurgia Estética, de combater a celulite como: liposucção ou a lipoescultura, também muito eficazes na luta contra o problema de muitas mulheres

Os cirurgiões plásticos e dermatologistas esclarecem que a correta utilização desse tratamento não apresenta riscos nem efeitos colaterais. Entretanto, é fundamental que a carboxiterapia seja realizada por médicos capacitados. É possível que apareçam algumas pequenas manchas. A pessoa pode retomar suas atividades normais ao final de cada sessão.

Tradução: Equipe Teu Corpo.com.br

Referência: http://www.drjorgepatino.com/

Arquivado em Plástica

Leia outros artigos relacionados

58 Respostas para “Carboxiterapia”


  1. Teu Corpo
    16out

    Olá.

    Primeiramente, queremos agradecer pela sua participação em nosso blog.

    A Equipe Teu Corpo somente elabora textos em caráter informativo, logo, para dirimir sua questão você deve recorrer a um profissional habilitado desta área.

    Boa sorte!

    Equipe Teu Corpo


  2. aline
    16out

    queria saber quantas seçao devo fazer de carboxiterapia pra opiter resultados verdadeirossss


  3. gaby
    16out

    Oi vou fazer amanhã pra tirá estrias mais tocom medo serra que tem risco de morte por favor alguém me ajude será que 10sessões funciona


  4. Claudia
    16out

    É possível acumular mais gordura de um lado da parte interior da barriga? Faço carbox e a diferença está bem nítida. É possível o que devo fazer ?


  5. lu
    16out

    Sou magra mais minha barriga ta ficando grande e flacida a carboxterapia vai mim ajudar e tenho estrias na barriga tambem


  6. gislaine
    16out

    Ola estou fazendo a carbox gostaria de saber se depois de ey terminar as sessoes volta di novo a flacidez ou gordura ou estrias claro com alimentaçao correta e atividades fisica que ja prstico


  7. rita
    16out

    olá, fiz 10 sessões de carbox e não obtive resultado nenhum, muito pelo contrário, houve aumento daonde era injetado a carbox. me arrependi totalmente, pois é caro e dolorido e de nada adiantou.


  8. Teu Corpo
    16out

    Olá,

    reclame com a clinica que fez, pode ter sido procedimento errado!

Deixe um comentario